Você está aqui: Página Inicial > Campus > Maceió > Ensino > Cursos > Superior > Tecnologia em Alimentos
conteúdo

BANNER TEC ALIMENTOS.jpg

Apresentação

O Curso Superior de Tecnologia em Alimentos forma profissionais para trabalhar nas indústrias de alimentos, com ênfase no processamento de grãos e amidos, frutas e hortaliças, bebidas, açúcar, leites e derivados, massas e produtos panificados, pescados, mel, ovos, carnes e derivados. 

O setor da indústria de alimentação é o que mais emprega no país. Formado por 35,7 mil empresas, é responsável por 1,61 milhão de empregos diretos, respondendo por 26,8% dos empregos da indústria de transformação. Investe cerca de 3% do faturamento anual em Pesquisa e Desenvolvimento (P&D), novas plantas, novos produtos e marketing. Representa ainda, em alimentos processados, 50% das exportações do agronegócio de alimentos e 18% das exportações totais brasileiras.

 

Perfil do Egresso

O egresso do Curso Superior de Tecnologia em Alimentos é o profissional responsável técnico por diversas indústrias de alimentos, sendo denominado Tecnólogo em alimentos. O campo de atuação do Tecnólogo em Alimentos inclui: Cozinhas industriais. Empresas de armazenamento e distribuição de alimentos. Hotéis. Indústrias de alimentos. Laboratórios para análise de alimentos. Restaurantes. Institutos e Centros de Pesquisa. Instituições de Ensino, mediante formação requerida pela legislação vigente.

O Tecnólogo em Alimentos realiza e supervisiona a análise microbiológica, bioquímica, físico-química, microscópica, sensorial, toxicológica e ambiental na produção de alimentos. Desenvolve e implanta Sistemas de Qualidade como: Boas Práticas de Fabricação de Alimentos (BPF), Análise de Perigos e Pontos Críticos de Controle (APPCC), Sistemas de Gestão de Alimentos Seguros, Auditorias e listas de checagem. Desenvolve e implanta sistemas de embalagens para alimentos e monitora sistemas de tratamento de resíduos da indústria alimentícia. Atua na área de processos, determinando as medidas necessárias para a redução de custos e a maximização da qualidade na industrialização do alimento. Realiza pesquisa e desenvolvimento em laboratórios de unidades de produção de alimentos. Opera, monitora e controla processos industriais de produção de alimentos. Elabora e executa projetos de viabilidade econômica e processamento de alimentos. Vistoria, realiza perícia, avalia, emite laudo e parecer técnico em sua área de formação. Desenvolve novos produtos e pesquisa na área de alimentos.

A formação de tecnólogos/as é focada em uma modalidade de atuação profissional abrangendo funções de pesquisa, planejamento, projetos, execução, avaliação e gestão, no âmbito de sua formação.

Coordenação

Coordenação: Cecília Dantas Vicente (lattes)

Telefone2126-7058

E-mail da coordenação: alimentos.maceio@ifal.edu.br

Informações Básicas

Campus: Maceió ( Av. do Ferroviário, 530 - Centro, Maceió - AL, cep 57020-600)

Área de Concentração (geral): 07 - Engenharia, produção e construção

Área de Concentração (específica): 072 - Produção e processamento

Nível: Curso Superior Tecnológico

Modalidade: Presencial (com observação sobre a excepcionalidade da pandemia)

Quantidade de vagas: 30 vagas

Carga horária total: 2866 horas

Frequência mínima exigida: 75%

Formas de acesso: SISU, (I) REINGRESSO: destinada a discentes de cursos superiores de graduação que perderam o vínculo com o IFAL e desejam retomar sua matrícula no curso; (II) REOPÇÃO DE CURSO: destinada a discentes vinculados aos cursos superiores de graduação do IFAL que desejam mudar de curso; (III) TRANSFERÊNCIA INTERINSTITUCIONAL: destinada a discentes oriundos de cursos superiores de graduação de outras Instituições de Ensino Superior, que queiram dar prosseguimento aos seus estudos no IFAL; (IV) INGRESSO DE GRADUADOS: destinada a portadores de diplomas de cursos superiores de graduação, devidamente reconhecidos, que tenham interesse em realizar um curso superior de graduação no IFAL. 

Turno: Noturno

Conceito Preliminar do Curso (CPC): 4 

Conceito no Enade: 4

 

Mais Informações