Você está aqui: Página Inicial > Campus > Maceió > Ensino > Cursos > Superior > Licenciatura em Letras-Português
conteúdo

Licenciatura em Letras-Português - Campus Maceió

O(A) licenciado(a) em Letras/Português compreende a prática docente como um processo dinâmico e espaço de criação, reflexão e recriação de conhecimentos; entende a língua enquanto construção humana, gerada dentro de um contexto cultural, social e econômico; interage na sociedade, com uma visão crítica que lhe permita diferentes leituras da realidade em que vai atuar, com profissionalismo, encarando a docência como profissão de dimensão social e transformadora; lida, de forma crítica, com diferentes linguagens nos contextos oral e escrito e com competência para formar leitores críticos e produtores de textos de diferentes gêneros e tipos textuais e registros linguísticos, levando em conta as novas tecnologias da informação aplicáveis ao ensino; reflete teórica e criticamente sobre a linguagem, para fazer uso de novas tecnologias e compreende sua formação profissional como processo contínuo, autônomo e permanente; busca soluções políticas, pedagógicas e técnicas para questões inerentes à sociedade; desenvolve uma visão crítica dos problemas educacionais brasileiros, construindo coletivamente soluções compatíveis com os contextos em que atua; identifica problemas que afetam o processo de ensino-aprendizagem, propondo soluções.

Local de oferta

Maceió

Modalidade

Licenciatura

Presencial

Turno

Noturno

Carga horária

3.660 horas

Duração

04 (quatro) anos

Vagas (1ª entrada; 2ª entrada)

40 (quarenta) vagas

Fale com a coordenação

Nome da coordenadora: Cleusa Salvina Ramos Maurício Barbosa  

E-mail institucional da coordenação: cleusa.barbosa@ifal.edu.br

Telefone da coordenação: 2126-7005

Currículo lattes do(a) coordenador(a): http://lattes.cnpq.br/7243836316721979   

 

Forma de acesso ao curso

Serão efetuadas com base nos resultados obtidos pelos estudantes no Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) utilizados pelo Sistema de Seleção Unificada (SISU), sendo 50% das vagas destinadas a alunos oriundos da Rede Pública, observado os pesos e as notas mínimas estabelecidas pelo Edital publicado pela instituição. O ingresso também pode ocorrer por transferência e/ou equivalência e reopção conforme estabelecido nas Normas de Organização Didática, respeitando os termos da legislação vigente. A instituição poderá adotar também outras formas de acesso previstas nas Normas de Organização Didática, tais como: vestibular, transferência, equivalência e reopção.

Pré-requisitos para ingressar no curso

Ter o ensino médio completo.

Documentos