Você está aqui: Página Inicial > Campus > Satuba > Notícias > Equipe do Ifal produz 500 pulseiras que ajudam a prevenir a covid-19
conteúdo

Notícias

Equipe do Ifal produz 500 pulseiras que ajudam a prevenir a covid-19

Em artigo publicado em revista científica, pesquisadores mostram como o modelo pode ser replicado com materiais de baixo custo
por Adriana Cirqueira publicado: 04/05/2021 08h00, última modificação: 05/05/2021 14h45
Colaboradores: Pedro Barros
Exibir carrossel de imagens No sentido horário, a partir do quadro da esquerda: Davi Carnaúba, Gregory Arthur, Rodrigo Nogueira e José Irineu (clique para ver mais imagens)

No sentido horário, a partir do quadro da esquerda: Davi Carnaúba, Gregory Arthur, Rodrigo Nogueira e José Irineu (clique para ver mais imagens)

A ideia de criar uma pulseira que pudesse ajudar a prevenir a covid-19 surgiu, há pouco mais de um ano, como uma iniciativa pessoal do professor de informática Davi Carnaúba, do Instituto Federal de Alagoas (Ifal) - Campus Satuba. Aos poucos, no entanto, o projeto vem crescendo e envolvendo mais pessoas. 

Depois de receber o financiamento do Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica (Conif) para a produção e doação de 500 unidades do protótipo, a equipe formada pelo professor Davi, o professor Gregory Arthur de Almeida (do campus Palmeira dos Índios), o técnico-administrativo José Irineu Ferreira Júnior (do campus Arapiraca) e o estudante de Sistema de Informação Rodrigo Nogueira dos Santos (do campus Maceió)publicou um artigo na revista científica Latin America Transactions, vinculada ao Instituto de Engenheiros Eletricistas e Eletrônicos (IEEE).

Com o título "Low Cost Smartband to Prevent Covid-19" (Pulseira inteligente de baixo custo para prevenção à Covid-19), o artigo apresenta o trabalho mostra como é possível replicar o modelo utilizando materiais de baixo custo. Utilizando uma rede neural artificial, o dispositivo monitora a posição das mãos do usuário e vibra quando elas se aproximam do rosto. O objetivo é alertar o usuário para a possibilidade do contato das mãos contaminadas com o nariz, olhos e boca. A pulseira é open source e todo o código fonte pode ser obtido no repositório do projeto sob os termos da Licença Pública Geral Affero GNU. "Depois de aproximadamente um ano da apresentação do primeiro protótipo desenvolvido, estamos prestes a distribuir uma versão mais compacta da pulseira", comemora Davi.

 

Novas funções

.Além da função original, a pulseira, que tem o tamanho semelhante a um relógio convencional, traz duas novas funções: controlar o intervalo entre garfadas e monitorar a qualidade do sono. "Todas elas foram desenvolvidas pensando na pandemia da covid-19: a função toque é para diminuir o hábito de toque das mãos com o rosto, olhos e boca; a função garfo, para controlar o tempo de mastigação e assim ajudar as pessoas a perderem peso; e a função sono para monitorar atividades noturnas enquanto o usuário está dormindo. Os dados coletados por esta última função podem ajudar a identificar algum distúrbio do sono desenvolvido durante o período de isolamento social”, explica o professor.

A equipe produziu um case e manual para a entrega da pulseira, com o intuito de tornar a experiência do usuário a mais próxima possível de comprar um produto na lojaGregory Arthur e José Irineu atuaram no desenvolvimento do projeto do hardware. "Queremos que a experiência do usuário desta pulseira seja o mais próximo possível de um produto comprado em uma loja. Então pensamos em produzir um case e manual para a entrega da pulseira. Desta forma, será mais prático para o usuário do que pedir para ele acessar determinado site para buscar informações sobre como utilizar a pulseira".

Davi explica que o dispositivo não substitui as máscaras ou a higienização das mãos com água e sabão e pode apresentar falsos negativos ou falsos positivos. O distanciamento social continua sendo a melhor maneira para se evitar o contágio. "Gostaríamos de aproveitar e deixar nosso agradecimentos ao Reitor, à Pró-reitoria de Pesquisa, Pós-graduação e Inovação (PRPPI), à Pró-reitoria de Extensão (Proex) do Ifal, ao Dr. Hemerson Casado Gama - pela ajuda financeira oferecida nos primeiros passos do desenvolvimento deste projeto - e ao Conif pela ajuda financeira oferecida no Edital Conif nº. 01/2020 - Enfrentamento à Covid-19.", pontua o professor em nome da equipe.

 

Links relacionados:

Professor cria pulseira 'anti-coronavírus' e usa impressora 3D para ajudar no combate à doença

Resultado Final: Edital Conif n°01/2020 – Enfrentamento à COVID-19

Artigo publicado: "Low Cost Smartband to Prevent Covid-19"

Código da pulseira