Você está aqui: Página Inicial > Campus > Satuba > Notícias > Conheça o curso de qualificação profissional em Alimentos
conteúdo

Notícias

Conheça o curso de qualificação profissional em Alimentos

Ifal Satuba oferece 32 vagas na modalidade EJA
por Adriana Cirqueira publicado: 25/05/2021 16h17, última modificação: 28/05/2021 15h21

O Processo Seletivo Simplificado para os Cursos Integrados ao Ensino Médio com Qualificação Profissional na Modalidade Educação de Jovens e Adultos (EJA), primeiro ingresso de 2021, para o Instituto Federal de Alagoas Campus Satuba segue com inscrições abertas até 30 de maio. O Ifal Satuba oferta 64 vagas nos cursos de Informática (32 vagas) e Processamento de Alimentos (32 vagas) para candidatos/as maiores de 18 anos que tenham concluído o Ensino Fundamental.

O objetivo dos cursos é formar o/a educando/a como pessoa humana para o pleno exercício da cidadania e possibilitar o prosseguimento dos estudos em nível médio unificado à qualificação profissional, garantindo a preparação para atuar qualificadamente no mercado de trabalho. 

De acordo com os Projetos Pedagógicos dos Cursos (PPC), a organização curricular é composta de um núcleo comum integrando os componentes curriculares das áreas de Linguagens e Códigos, Ciências Humanas, Ciências da Natureza e Matemática, todas contemplando as suas tecnologias; uma parte diversificada constituída por componentes curriculares que possibilitem a compreensão das relações que perpassam a vida social e produtiva e sua articulação com os conhecimentos acadêmicos; e a formação profissional composta por componentes curriculares específicos da área de cada curso.

Esse formato de curso associa a formação inicial e continuada (FIC) ou qualificação profissional à modalidade EJA. A estrutura curricular do Curso de Nível Médio com Qualificação em Processamento de Alimentos apresenta 1600 horas sendo 1380 horas para as disciplinas de formação geral e 280 horas para as disciplinas da qualificação profissional. 

O ingressante terá acesso aos seguintes equipamentos do campus: biblioteca, auditório, videoteca e refeitório, além dos laboratórios de informática, biologia, química e os do setor de agroindústria, que incluem os laboratórios de processamento de leite e derivados, processamento de carnes e processamento de frutas e hortaliças.

Qualificação profissional

O Curso de Nível Médio Integrado com Qualificação em Processamento de Alimentos na modalidade Educação de Jovens e Adultos (EJA-EPT) tem como objetivo capacitar o/a profissional na perspectiva de uma visão estratégica globalizada do setor produtivo de pequenas e microempresas do setor de alimentos, com domínio dos processos industriais com a aplicação dos conhecimentos científicos e tecnológicos construídos, impulsionará o desenvolvimento econômico da região, integrando a formação técnica ao pleno exercício da cidadania.

Ao concluir o curso, a/o egressa/o deverá ter conhecimentos para:

  • elaborar variados produtos alimentares (origem animal e vegetal, de maneira ou de forma industrializada, para consumo imediato ou vendas em centros de compra);
  • controlar o processo de produção;
  • utilizar os equipamentos no processo de produção;
  • embalar e armazenar produtos acabados;
  • aplicar procedimentos de segurança;
  • manejar os principais utensílios da produção de alimentos;
  • conhecer e aplicar as normas de boas práticas de fabricação;
  • aplicar e disseminar técnicas de seleção, conservação e transformação de matérias-primas alimentares.
 

Conheça a história da ex-aluna Flávia Domingos

A egressa Flávia Domingos de Oliveira atua hoje como funcionária terceirizada na Coordenação de Assuntos Acadêmicos (CRA), a secretaria escolar do campus.

Concluinte em 2012, Flávia atua no campus há nove anos, tendo passado seis deles na Biblioteca antes de ir para a secretaria, onde trabalha diretamente com o público da EJA, entre outros afazeres. "Já fazia um tempo que eu não estudava e queria terminar os meus estudos. Foi quando soube do processo seletivo para os cursos noturnos e decidi  me inscrever para concluir o meu ensino médio com educação para jovens e adultos", conta.

Flávia explica que foram anos de muita luta e  dificuldade. "Eu morava na Usina Utinga Leão, e para estudar em Satuba eu tinha que passar a semana toda aqui na cidade. Porque eu não tinha como ir para casa. E eu tinha meu filho pequeno que ficava aqui comigo e muitas vezes eu tinha que levá-lo para as aulas", conta.

A história de Flávia como colaboradora do campus começou antes da conclusão do curso: no último semestre, o campus ofertou bolsas para atuação do setor administrativo e ela se candidatou, conseguindo uma das vagas. "O curso me oportunizou uma formação e também conhecer o Ifal Campus Satuba e isso mudou minha vida completamente para melhor em todos os sentidos. Fiz muitas amizades que me ajudaram a ser uma pessoa melhor e tenho como referência alguns professores que me ajudaram muito a crescer profissionalmente, professores que incentivam os alunos a estudar para o seu crescimento próprio. Depois vieram as empresas terceirizadas e eu consegui me encaixar para uma vaga de trabalho formal e ter completado o ensino médio foi essencial para minha evolução profissional", analisa.

Para mais informações, entre em contato com a coordenação da EJA-EPT através do e-mail institucional  ou pelo Whatsapp (82) 98160-6097.

Links importantes:

Edital

Inscrições