Você está aqui: Página Inicial > Campus > Penedo > Notícias > Neabi abre inscrições para selecionar projetos que abordem questões étnico-raciais
conteúdo

Notícias

Neabi abre inscrições para selecionar projetos que abordem questões étnico-raciais

Prazo de submissão de propostas vai até 10 de agosto; seleção abarca iniciativas de ensino e extensão
publicado: 25/07/2022 14h21, última modificação: 29/07/2022 10h06

Por Imarlan Gabriel (estagiário de Jornalismo)*

O Núcleo de Estudos Afro-brasileiros e Indígenas (Neabi) do Instituto Federal de Alagoas – Campus Penedo torna público o Edital 02/2022 destinado à seleção de projetos de ensino e extensão que abordem questões étnico-raciais (CLIQUE AQUI). O prazo de submissão de propostas já começa nesta segunda-feira, 25, e vai até o dia 10 de agosto. Serão selecionados quatro projetos e cada um receberá uma bolsa de R$ 300,00 (trezentos reais), com vigência de quatro meses.

Podem participar equipes de dois a cinco integrantes, dos quais, obrigatoriamente, devem ser: um aluno bolsista regularmente matriculado no Ifal Penedo – no curso técnico ou de graduação presencial ou a distância – e um orientador que deve ser servidor docente ou técnico administrativo do campus. Opcionalmente, a equipe também pode conter um coorientador e dois voluntários.

O bolsista deve ser indicado pelo orientador do projeto, autodeclarar-se negro ou indígena, possuir frequência semestral igual ou superior a 75%, não possuir inadimplência em qualquer programa da instituição e ter o currículo atualizado e cadastrado na Plataforma Lattes/CNPq. Já o orientador só poderá apresentar uma proposta de projeto e deverá submetê-la na unidade onde está matriculado o bolsista indicado.

Critérios de submissão do projeto e etapas seletivas

O arquivo deve ser enviado no formato PDF ao e-mail neabi.penedo@ifal.edu.br, dentro do prazo informado. As iniciativas precisam dialogar com uma das seguintes linhas de atuação: História e Literatura da África; História e Cultura Afro-Brasileira e Indígena; Territórios de Resistência; Natureza, Saúde e Produção; e Políticas Públicas para as Populações Afro-Indígenas. O texto do projeto deve estar formatado na fonte Arial, com o tamanho 12, conter espaço de 1,5 entre as linhas e ter no máximo 12 páginas, incluindo as referências bibliográficas.

Os projetos submetidos serão avaliados entre 11 e 15 de agosto. O resultado preliminar sairá em 16 de agosto e o resultado final está previsto para o dia 18 do mesmo mês. A avaliação dos projetos será́ feita em duas etapas. A primeira corresponde à pré-seleção, de caráter eliminatório, que julgará se o projeto se adequa às temáticas das linhas de atuação informadas no edital.

A segunda etapa é a seleção, de caráter classificatório, que julgará o mérito do projeto a partir dos seguintes critérios: criatividade e originalidade, perspectiva de contribuição científica e social, articulação teórica da abordagem e das necessidades do público-alvo às questões étnico-raciais, possibilidade de intercâmbio de saberes acadêmicos e populares, clareza da definição do problema, dos objetivos, da adequação metodológica e do cronograma aos objetivos propostos.

A atual seleção realizada pelo Neabi tem como objetivo promover ações, projetos e programas que abordem, de maneira integrada e articulada, as questões étnico-raciais em várias áreas do conhecimento do Ensino, Pesquisa, Extensão e Assistência Estudantil.

(*) Sob a supervisão de Lidiane Neves