Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Você está imunizado contra o sarampo?

Notícias

Você está imunizado contra o sarampo?

Enfermeira do Campus Arapiraca alerta para o risco de contágio da doença

por Elaine Rodrigues publicado: 16/08/2019 09h32 última modificação: 16/08/2019 16h37

Alagoas registrou nos últimos dias o primeiro caso confirmado de paciente com sarampo. A doença foi diagnosticada em um morador do município de Arapiraca, que apresentou os primeiros sintomas depois que retornou de uma viagem para a Bahia. O registro levanta um alerta no Campus Arapiraca sobre a imunização de servidores e estudantes do campus, mas também deve gerar atenção do restante da comunidade acadêmica do Instituto Federal de Alagoas (Ifal), para a prevenção da doença.

Os sintomas iniciais do sarampo são: febre acompanhada de tosse persistente, irritação nos olhos, coriza, congestão nasal e mal estar intenso. Após estes sintomas, há o aparecimento de manchas avermelhadas no rosto, que progridem em direção aos pés, com duração mínima de três dias. São comuns lesões muito dolorosas na boca. “A doença é altamente contagiosa, uma pessoa contaminada pode infectar dez pessoas não vacinadas”, reforça a enfermeira do Campus Arapiraca, Thayná Samilla. Por isso, ela conta que todos devem conferir o cartão de vacinas.

De acordo com o Ministério da Saúde, quem tem entre 12 meses a 29 anos de idade e não se vacinou deve tomar duas doses da vacina Tríplice Viral, com intervalo entre 30 dias entre elas. Quem tem entre 30 a 49 anos e não se vacinou deve tomar uma dose da vacina Tríplice Viral. E profissionais de Saúde não vacinados devem tomar duas doses da vacina Tríplice Viral, independente da idade, com intervalo mínimo de 30 dias entre elas.

Quem já teve a doença não precisa tomar a vacina, mas Thayná lembra que o sarampo é parecido com outras infecções, por isso, para deixar de tomar a vacina, o paciente deve ter certeza que foi contagiado com sarampo. “E se aparecer manchas e sinais no corpo, até mesmo para quem tomou a vacina, a orientação é procurar o atendimento médico”, ressalta a enfermeira.

Vacinação

As vacinas contra o sarampo são aplicadas em postos e unidades de saúde, distribuídos em todo o estado. Em Arapiraca, por causa da confirmação do primeiro caso da doença, a prefeitura organizou ações estratégicas, como a busca ativa de pessoas que não se imunizaram e a ampliação do horário de funcionamento dos postos de saúde. Os Centros de Saúde do município vão ficar abertos aos sábados e aos domingos a população pode procurar o 5º Centro de Saúde, que já funciona nos finais de semana e feriados, com o serviço do Pronto Atendimento.

registrado em: ,