Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Ifal inaugura programa de compartilhamento de atividades acadêmicas, o Mind Share

Notícias

Ifal inaugura programa de compartilhamento de atividades acadêmicas, o Mind Share

por Jhonathan Pino - jornalista publicado: 02/05/2019 17h31 última modificação: 02/05/2019 19h12

Entrou em atividade nesta quinta-feira, 2, o programa de compartilhamento de atividades acadêmicas, o Mind Share. Desenvolvido por alunos do curso de Informática, do Instituto Federal de Alagoas (Ifal), a partir das necessidades de coordenadores de Relações Internações dos Ifs. O software pretende promover a interação entre as instituições federais de ensino, a partir da disponibilização de informações e partilha de suas atividades.

O programa possibilita aos usuários mapear os eventos acadêmicos que acontecem na Rede Federal, as áreas de interesses das atividades e o acesso aos currículos lattes dos palestrantes. Além disso, também são disponibilizados os contatos dos organizadores das atividades e as datas em que os palestrantes estarão disponíveis, para que possam ser convidados para participar de outros eventos.

A coordenadora de Relações Internacionais do Ifal, Carla Vieira, pontua que o programa foi desenvolvido a partir de uma demanda própria dos institutos, de saber sobre quais atividades realizadas por outros órgãos do país contam com convidados que são de seu interesse.

De acordo com a professora, a partir do software, os gestores poderão reduzir os altos custos, com passagens e diárias, na hora de estabelecer a possibilidade de convite de pesquisadores e visitantes de outras instituições nacionais e internacionais, que já estejam participando de atividades, em regiões próximas. Além do mais, professores e estudantes dos Institutos Federais poderão se informar melhor sobre o que acontece ao seu redor, mediante acesso ao ambiente, como visitante.Usuários podem ver as diferentes instituições em que os palestrantes têm atividades agendadas, em diferentes dias.png

“O objetivo maior é diminuir custos, porque a plataforma ajuda a gente a saber o que está acontecendo. Um exemplo das demandas cotidianas que ela poderia ter atendido no passado, é que outro dia, eu soube que um presidente de uma universidade do Uruguai estava na Paraíba, mas quando eu vim saber dessa atividade, o convidado já estava voltando ao seu país. Se naquele momento eu tivesse a oportunidade de saber antes, seria muito mais fácil convidá-lo para firmar parcerias com o Ifal, do que irmos para o Uruguai”, explica Carla.

Apesar de idealizado pelos coordenadores de RI do Ifal, IFPR e do IF Sul de Minas, em um fórum de Relações Internacionais, acontecido em junho de 2018, em Brasília, a plataforma foi desenvolvida pelos alunos David Glauber e Felipe Zaidan, ambos do curso Maceió, sob a orientação do professor Flávio Medeiros. Agora em uso, os gestores de área de RI dos Ifs de todo o país já podem cadastrar seus eventos.

No Ifal, a coordenadora pede que caso alguém saiba de algum palestrante, ou pesquisador, que venha ao Ifal, entre em contato com ela através do email: relacoesinternacionaisifal@gmail.com, para que seja feito o cadastro no programa.

registrado em: ,