Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Ifal adota plano de contingência para planejar retorno de atividades presenciais e híbridas
conteúdo

Notícias

Ifal adota plano de contingência para planejar retorno de atividades presenciais e híbridas

Atividades continuam em caráter remoto

por Jhonathan Pino publicado: 19/10/2020 17h18, última modificação: 19/10/2020 17h40

O Instituto Federal de Alagoas (Ifal) torna público nesta segunda (19), por meio da Portaria nº 3580/GR, de 19 de outubro de 2020, o Plano de Contingência do Instituto, um normativo elaborado por um grupo de trabalho sistêmico com a intenção de dar maior segurança para a retomada das atividades presenciais e híbridas, enquanto persistirem as recomendações de prevenção e enfrentamento da pandemia do Covid-19.

O documento seguiu recomendações técnicas da Organização Mundial de Saúde (OMS) e do Ministério da Saúde, além de levar em consideração experiências de outras instituições. Nele, estão orientações para o planejamento das unidades quanto às medidas de segurança e a adaptação de atividades presenciais, além de informações referentes à identificação, prevenção e o combate à Covid-19 entre professores e alunos.

Acesse o Plano de Contingência na íntegra aqui.

“Foi uma construção coletiva, montada uma comissão multidisciplinar, composta por servidores de todas áreas: nós tínhamos médicos, enfermeiros, psicólogos, técnicos de assuntos educacionais, técnicos de segurança do trabalho, professores de diversas áreas, uma equipe multicampi que trouxe o foco para a discussão sobre o retorno das atividades presenciais com segurança”, comentou Alexandre Bonfim, diretor do Campus Benedito Bentes e coordenador da equipe responsável pelo plano.

Ainda não há previsão de retorno das atividades presenciais, mas o documento servirá de norte para o planejamento das unidades e servidores da Instituição. “A elaboração desse protocolo considerou todas as recomendações da Organização Mundial de Saúde no sentido de promover ações orientadas para a minimização dos riscos inerentes ao retorno gradual das atividades presenciais. Como instituição pública que desenvolve educação profissional, científica e tecnológica, o Ifal tem o compromisso com a vida de estudantes, servidores, colaboradores terceirizados e de toda a comunidade acadêmica”, afirmou o reitor Carlos Guedes.

Detalhes do Plano de Contingência

Estão no plano informações gerais, como a manutenção do distanciamento entre alunos e profissionais de ao menos um metro e meio; a higienização com água e sabão ou a utilização de álcool isopropílico 70%; a realização preferencial de atividades de modo remoto, ou com horários alternados, para que se evitem aglomerações e o contato físico, como cumprimentos pessoais, apertos de mãos e abraços.

Também são enumerados os grupos de risco, tanto entre os servidores como alunos que não deverão participar de atividades presenciais. Para isso, devem ser propostas condições especiais para a integração destes sujeitos ao longo do período de pandemia.

São colocados como grupos de risco as pessoas acima de 60 anos de idade; as gestantes ou lactantes; pessoas em tratamento com imunossupressores ou oncológico e aqueles que possuam filhos em idade escolar (até os 12 anos).

Caberá as unidades ter controle e manter registro atualizado de informações dos servidores e alunos que estejam entre os grupos de risco e daquelas que estejam com suspeitas ou apresentem a enfermidade, como também providenciar o afastamento dos mesmos, caso estejam ou tenham contato com pessoas em qualquer destas situações.

Adequações no ambiente de trabalho

Placa de segurança (1).jpgOutros pontos de cuidado que as unidades deverão tomar são: providenciar os equipamentos individuais para as atividades presenciais propostas; a limpeza e desinfecção dos locais a serem utilizados; promover a instalação de dispensadores de álcool em gel dentro dos espaços educativos, como também disponibilizar os recursos necessários para as atividades didáticas, de forma segura. Aos servidores será necessário manter distância mínima de dois metros, entre as estações de trabalho o uso de máscaras, como da ventilação natural, quando atuarem em ambientes institucionais. Eles ainda deverão ser beneficiados com melhoria da internet e ampliação da rede wi-fi, para a realização de atividades remotas, a partir das instalações físicas do Ifal.

Os docentes ainda deverão receber uma formação para uso das ferramentas tecnológicas e passar por atividades de preparação, para que possam realizar a reorganização dos espaços educativos dos campi e na oferta dos componentes curriculares de ensino, pesquisa e extensão, de modo remoto.

Alexandre observou que no momento, cada unidade está pegando a minuta e fazendo as adaptações necessárias de planejamento das compras para os campi. “Temos o documento, a minuta de retorno presencial, que é um documento para o momento em que esse retorno ocorrer e para que a gente trabalhe com bastante segurança. Construímos protocolos sanitário, de distanciamento social e de comportamento, para quando voltarmos, estejamos com a máxima segurança possível”, destacou.