Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Dirigentes de Ensino do Ifal se reúnem para análise de minuta de reestruturação de cursos

Notícias

Dirigentes de Ensino do Ifal se reúnem para análise de minuta de reestruturação de cursos

por Jhonathan Pino - jornalista publicado: 12/07/2019 12h31 última modificação: 12/07/2019 17h15

Nesta quinta-feira, 11, dirigentes de Ensino do Instituto Federal de Alagoas (Ifal) estiveram reunidos na Reitoria, para a análise e validação de uma Minuta para as Diretrizes Institucionais dos Cursos Técnicos Integrados ao Ensino Médio. A reunião contou com participação de dirigentes de todos os campi, da equipe da Pró-reitoria de Ensino (Proen), da comissão de reestruturação dos cursos Técnicos Integrados, além do reitor Carlos Guedes e do assessor executivo, Wellington Spencer.

Na ocasião, a pró-reitora de Ensino, Cledilma Costa, enfatizou que o documento vem sendo construído desde abril de 2018, quando foi criada uma comissão. Ela lembrou que a minuta servirá tanto de orientação para o processo de reestruturação de novos cursos integrados, como na elaboração de novos planos, para esse nível de ensino.

Esse trabalho é um movimento muito grande, institucionalmente, porque os cursos técnicos integrados, eles são a nossa maior oferta. No Ifal, são 30 cursos técnicos integrados, distribuídos em 13 campi e nove eixos tecnológicos. Mas esse movimento de reestruturação não começou ano passado, ele teve início em 2016 e de lá pra cá, a gente vem trabalhando nesse processo”, detalha Cledilma.Reitor Carlos Guedes sensibilizou os dirigentes para os desafios de diferentes ordens que o Instituto enfrenta na efetivação de sua missão.jpg

O documento é inspirado nas diretrizes do Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica (Conif), que estabelece que cada instituição ligada a rede tem até 2019 para aprovar as suas diretrizes institucionais.

“Essa reunião de ontem foi justamente para validar, junto aos dirigentes, a minuta que vai para o Cepe [Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão]. De fato, a gente não concluiu a análise ontem e temos uma agenda para a próxima semana, nos dias 17 e 18 de julho”, acrescenta Cledilma.

Para a gestora, a participação representativa dos campi, durante todo o processo, deve ter como resultado final uma norma mais próxima a realidade de cada unidade. “Quem está no campus tem um papel fundamental para contribuir na construção dessa minuta, pois o desdobramento dela será visto nas unidades”, frisou.

registrado em: