Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Consup aprova e Ifal terá Núcleo de Estudos Afro-Brasileiros e Indígenas

Notícias

Consup aprova e Ifal terá Núcleo de Estudos Afro-Brasileiros e Indígenas

por Gerônimo Vicente - jornalista publicado: 21/12/2018 13h42 última modificação: 29/12/2018 08h57

A implantação do Neabi (Núcleo de Estudos Afro-Brasileiros e Indígenas) no Instituto Federal de Alagoas foi aprovada na última reunião do Conselho Superior do Ifal realizada na quarta-feira (19). O principal objetivo do Neabi é constituir um núcleo, em cada campus, como um setor propositivo e consultivo que estimule e promova ações de Ensino, Pesquisa e Extensão orientadas à temática das identidades e relações étnico-raciais, especialmente quanto às populações Afro-Brasileiras e indígenas, no âmbito da instituição e em suas relações com a comunidade externa, contemplando as leis 10.639/2003 e 11.645/2008 no âmbito do IFAL.

O núcleo está vinculado à Diretoria de Ensino de cada campus e na Reitoria do Ifal à Coordenação de Ações Inclusivas da Diretoria de Políticas Estudantis. O Neabi é um setor propositivo e consultivo que estimula, promove, planeja e executa ações de Ensino, Pesquisa e Extensão pautadas pela temática das identidades e relações étnico-raciais, com ênfase no reconhecimento e valorização das populações Afro-Brasileiras e indígenas no âmbito da instituição e em suas relações com a comunidade externa.

As primeiras iniciativas para a criação do Neab ocorreram  no final da década de 1990 no então Cefet-AL, quando foi formalizada uma parceria com a Neab da Universidade Federal de Alagoas (Ufal). Entretanto, devido ao número reduzido de participantes e outras dificuldades, a ação não teve prosseguimento.

Neste ano, houve uma retomada do debate para a consolidação do Neabi no Ifal que teve por finalidade o desenvolvimento do ensino, pesquisa e extensão do ensino médio técnico integrado nos cursos subsequentes, nas graduações e nas pós-graduações propondo-se a oferecer uma efetiva contribuição aos estudos e pesquisa em relação à questão da diversidade étnico-racial. Pretende ainda formentar políticas de promoção de equidade para oportunizar os acessos às populações indígenas e negras de Alagoas.

Assista ao momento de aprovação do Neabi no Consup

 

registrado em: , ,