Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Atividades de lazer e saúde preenchem Semana do Servidor no Ifal

Notícias

Atividades de lazer e saúde preenchem Semana do Servidor no Ifal

por Jhonathan Pino - jornalista publicado: 09/10/2017 15h53 última modificação: 13/10/2017 21h44

O Instituto federal de Alagoas (Ifal) já está com a programação completa para comemorar o Dia do Servidor, no 28. A Diretoria de Gestão de Pessoas (DGP) planejou uma série de atividades que acontecerão entre os dias 21 e 27 de outubro e o ponta pé inicial será dado com uma corrida/caminhada e o café da manhã para todos os servidores e seus familiares. A atividade acontece entre as 7h e as 11h, na Praça Multieventos, na Pajuçara.

Os exercícios físicos terão continuidade em uma caminhada vertical, a ser realizada no prédio da Reitoria, no dia 23, entre as 7h e as 9h, com direito a brinde para os participantes. Enquanto isso, no mesmo dia, os interessados poderão participar da Palestra de Educação Financeira, com Dickinson Moura, entre as 8h30 e as 10h, no Campus Maceió.

O Circuito Saúde preenche a manhã da terça-feira, 24, com a aferição de pressão, glicemia e IMC, além de massagem com ventosa e agulhas de acupuntura. Em paralelo, ocorre a oficinas de artesanato com papel e pano: Papeando, ministrado pela professora Maria Oliveira.

Na quarta-feira, 25, pela manhã o Ginásio do Campus Maceió receberá os servidores para atividades recreativas com professores de Educação Física. No dia seguinte, será o Campus Satuba que recebe professores e técnicos para uma palestra motivacional com Carlos Conce, entre as 9 e as 11h.

A Reitoria fecha a Semana do Servidor com a oferta de pilates com a professora Ângela Souza Sales, lanche coletivo e apresentação cultural.

O diretor da DGP, Wagner Fonseca, também lembra que as próprias coordenações de Gestão de Pessoas (CGP) das unidades, deverão realizar atividades com os servidores de cada Campi. “Essa programação foi planejada com o objetivo de dar uma semana diferente para os servidores, com o objetivo de atender a todo o perfil presente na instituição. Nela, há massagem, acupuntura, pilates, caminhada e a corrida; há artesanato, educação financeira, ou seja, mesmo que o servidor não participe de algum dia, ele pode ser contemplado em alguma outra ação”, justificou Wagner.

Com exceção do primeiro dia de corrida, no dia 21, em todas as outras atividades é necessário que o servidor se inscreva, conforme as regras da programação.

Cenário adverso

Para o diretor da DGP, o evento será realizado em um momento em que o cenário se encontra desfavorável para os servidores, com os cortes orçamentários nas instituições e reformulação dos direitos trabalhistas, como a ameaça da estabilidade. Mesmo assim, no âmbito local, há o que se comemorar.

“Neste ano aprovamos a questão do afastamento parcial, que foi uma proposta realizada pelo DGP, após verificar uma demanda muito grande dos servidores que estavam fazendo pós-graduação e não conseguiam equilibrar suas horas de trabalho. Um outro ganho que vamos começar a seguir nos próximos meses é a oficialização da nossa unidade Siass, com uma sala específica para atender aos nossos servidores que precisam de afastamento, ou licenças médica e gestação. Eles não vão precisar ir mais ao INSS para solicitar esses benefícios”, enumerou Wagner.

Para o gestor, também está sendo viabilizado pelo Ifal uma discussão quanto ao trabalho fora das dependências do Instituto. “A gente está lutando, eu no Fogep [Fórum Nacional de Pró-Reitores de Gestão de Pessoas das Ifes] e o professor Sérgio [Teixeira], no Conif [Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica]. Buscamos a volta do trabalho fora das dependências do Ifal, que foi revogada por conta de um ofício do MEC [Ministério da Educação]. Naquelas instâncias, Estamos promovendo a discussão da proposta de autorização para que o Ifal possa estabelecer o trabalho fora das dependências como um projeto piloto, oficializado pelo MEC. Já houve a concordância pelo Conif e esse tema deve voltar a ser discutido pela Forgep e enviado à Brasília”, acredita o gestor.

registrado em: ,