Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Alunos do Campus Maceió levam projeto de gerador sustentável a Instituto Politécnico em Portugal

Notícias

Alunos do Campus Maceió levam projeto de gerador sustentável a Instituto Politécnico em Portugal

por Gabriela Rodrigues - Jornalista publicado: 18/10/2017 13h02 última modificação: 23/10/2017 11h32
Exibir carrossel de imagens Alunos levarão a Portugal experiência de geração de energia a partir de fontes ecológicas.

Alunos levarão a Portugal experiência de geração de energia a partir de fontes ecológicas.

Um gerador de energias renováveis que utiliza de forma híbrida a energia do vento, do gás natural e da luz solar: a criação de estudantes do 4º ano do curso de Eletrotécnica do Ifal Campus Maceió, o gerador sustentável chamado primeiramente de módulo híbrido Hibridger, atingiu o primeiro lugar na modalidade tradicional na competição de ideias inovadoras do Ifal AvantIF, foi parar na aceleradora de negócios Ignitions, em São Paulo, despertou o interesse de empresas da área de tecnologias e entrou em ação, de forma experimental, na Ecovila de Riacho Doce, em Maceió.

Agora, com a expertise obtida em um treinamento sobre negócios, a mudança de nome para Áxion e o processo de registro de patente em curso, os jovens partem para uma nova experiência no Instituto Politécnico do Porto (P. Porto), em Portugal, no qual farão um intercâmbio de conhecimentos na área de tecnologias e participarão de um projeto inovador na área de tecnologias inteligentes e sustentáveis: O Projeto Smarteness (Smart Energy Sustancial System) que visa desenvolver sistemas inteligentes aplicados à area de energia, a partir de ideias que mesclem conhecimentos em energias renováveis e edifícios inteligentes. O Smarteness é uma continuação do Elecon, projeto de cooperação técnico-científica internacional, coordenado pelo Politécnico do Porto, e com o objetivo de estabelecer uma rede entre pesquisadores europeus e brasileiros, cujo trabalho de pesquisa contribuirá para o sucesso da implementação do conceito de redes elétricas inteligentes (smart-grids).

O projeto Smarteness traz debates e intercâmbio de ideias sobre smart-grids, eficiência energética, análise do consumo de energia elétrica, gerenciamento do consumo de energia, inserção de fontes alternativas de energia através da geração distribuída, confecção de novas propostas de projeto para aplicações futuras e a definição de temas de pesquisa que envolvam os participantes. Com o objetivo de montar uma rede integrada de inovação na área de energia, a equipe Áxion, do Ifal Maceió, que ganhou este nome após a apresentação exitosa do gerador híbrido na aceleradora de ideias Ignitions (SP), leva para professores e estudantes de Portugal a experiência no desenvolvimento do gerador híbrido como prática integradora e multidisciplinar, dentro do Grupo de Pesquisa em Redes Inteligentes - GPRI.

A ida dos inventores do gerador sustentável para Porto está prevista para o próximo dia 13 de Novembro. A experiência no intercâmbio e no projeto Smarteness deve durar até 31 de janeiro de 2018.

Experiência Internacional

Sobre a ida dos alunos a Portugal, o professor de eletrotécnica Marcelo de Assis, orientador da ideia Áxion, explica que o vice-presidente para a Investigação, Internacionalização e Inovação do Instituto Politécnico do Porto Carlos Ramos esteve no Brasil e tomou conhecimento do projeto Áxion e de sua importância como solução sustentável na área de energia.Então como ele dispunha de bolsa para alunos intercambistas entrou em contato com a Assessoria de Relações Internacionais do Ifal, que nos colocou em contato com ele e a Instituição de Portugal”, relata o professor e pesquisador.

A cidade de Porto é um polo mundial de Start-Ups dentro da Comunidade Europeia, e este intercâmbio pode viabilizar a formação superior dos estudantes envolvidos no projeto: Mateus de Holanda, Jennifer Santana, Sandoval da Silva, Elizabete Pimentel e Alexandra Pitombeira, todos alunos do curso técnico de Eletrotécnica do Campus Maceió. Além disso, a experiência do intercâmbio viabiliza a parceria Brasil-Portugal envolvendo alunos e professores de ambas instituições, Ifal e Politécnico do Porto. “A cidade de Porto está se configurando como um grande centro de negócios inovadores. Para a Áxion, tudo isto representa estar dentro de um cenário favorável para captação de investidores e parcerias com outras Start-Ups, além é claro de uma experiência em mercado internacional”, avalia o docente orientador do grupo.

Professor Marcelo de Assis e alunos de Eletrotécnica são criadores do projeto Áxion.

O gerador Áxion: inovação e sustentabilidade

Desenvolvido no Labtec@, um espaço de pesquisas e experiências no bloco de Eletrônica/Eletrotécnica do Campus Maceió, o módulo híbrido por microgeração de energia, inventado pelo grupo do Ifal Maceió, se assemelha a um gerador que, por meio das três referidas modalidades de captação de energia (eólica, solar e gás natural), vai carregar baterias estacionárias, ligadas em paralelo, que por meio de um processo químico serão capazes de gerar 3.200 W de energia, montante capaz de suprir o funcionamento de todos os equipamentos eletrônicos de uma casa com 4 pessoas, a partir de um fornecimento inicial de 12 volts. A energia fornecida às baterias é captada por meio de placas fotovoltaicas (para captação de energia solar), um aerogerador plano e um cilindro de gás, todos associados.

A grande inovação da “engenhoca” é garantir o fornecimento de energia de forma sustentável e ininterrupta, visto que condições naturais e climáticas podem interferir numa ou em outra forma de geração, mas não nas três ao mesmo tempo.

A variação nas quantidades de energias fornecidas e o monitoramento do mecanismo são feitos por um aplicativo inteligente (smart-grid) que permitirá ao usuário controlar a rede de energia e dosar o uso de cada fonte utilizada. As informações são transmitidas ao aplicativo por meio de um módulo de controle que transfere dados em tempo real, permitindo o monitoramento do mecanismo.

registrado em: , ,