Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Alunos do Ifal em Palmeira dos Índios têm destaque nas Olímpiadas Brasileira e Alagoana de Matemática

Notícias

Alunos do Ifal em Palmeira dos Índios têm destaque nas Olímpiadas Brasileira e Alagoana de Matemática

por Monique de Sá publicado: 30/11/2017 13h05 última modificação: 30/11/2017 14h50

Para muitos, a Matemática é motivo de dor de cabeça, preocupação com notas baixas e rotina de estudo cansativa, mas para estes alunos do Instituto Federal de Alagoas (Ifal), campus Palmeira dos Índios, a Matemática é uma forte aliada e motivo de orgulho. Isso porque, dos 18,2 milhões de estudantes inscritos, eles foram selecionados a receber o certificado de menção honrosa, devido ao seu bom desempenho na Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP).

São eles: Isadora Cibele Santana Martins, Érika de Fátima Machado, Keliane Leão Bezerra, Murillo Herberth Caetano da Silva, Pedro Henrique do Nascimento, Rodrigo Guedes Ferro e Vitória Lima da Silva. Destinada a estudantes do 6º ano do Ensino Fundamental ao 3ºano do Ensino Médio, a OBMEP é realizada pelo Instituto de Matemática Pura e Aplicada (IMPA) e integra o calendário de atividades do Biênio da Matemática do Brasil 2017-2018, que tem patrocínio do BNDES e apoio dos ministérios da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações e da Educação.

De acordo com a professora de Matemática Andréia Rodrigues, umas das responsáveis pela preparação dos alunos, motivação foi a palavra de ordem para que eles estivessem plenamente preparados para a competição. Além disso, para segunda fase, eles foram orientados a buscar monitoria, já que se trata de uma etapa mais complexa.

“Inicialmente eles tiveram um momento de muita motivação e orientação acerca da importância desta olímpiada, além da discussão de questões específicas em sala de aula. Na segunda fase, nós norteamos esses alunos para resolução de dúvidas particulares, seja no laboratório de Matemática ou com a monitoria. Enquanto docente eu me sinto muito orgulhosa. Este é um resultado muito positivo para a instituição e principalmente para a Matemática. Não foi novidade para mim ver alunos tão participativos e de destaque nesta menção honrosa”, enaltece Andréia.

Segundo a docente, Alane Rocha, o Instituto ficou responsável pela locomoção dos alunos, já que alguns deles não residem no município. “Foi essencial para que ele se mantivessem tranquilos ao chegar para fazer a prova, afinal esta se trata de uma competição que objetiva revelar talentos e ter essa quantitativo de alunos tendo destaque nos deixa muito felizes”, conta.

Dedicação e disciplina

O aluno do curso de Eletrotécnica, Murillo Caetano, 18 anos, conta que exatas sempre foi sua paixão e este reconhecimento o faz querer continuar na área. “Fiquei feliz quando soube do resultado, pois Matemática é a disciplina de que mais gosto e uma das aulas da que mais participo. Com certeza esse resultado me faz querer seguir em frente”, diz.

Medalhista na Olímpiada do ano passado, Erika Machado, 17 anos, já é “veterana” na disputa, além da menção honrosa que receberá na OBMEP, ela é medalhista de bronze na Olímpiada Alagoana de Matemática. “Tive muito o apoio do meu professor Adriano Valeriano (ex-docente do campus), resolvemos exercícios ligados à geometria e à probabilidade. Sou cada vez mais incentivada a continuar estudando quando sou reconhecida nessas olímpiadas”, comemora.

Olímpiada Alagoana de Matemática

A Olimpíada Alagoana usa como critérios as notas da Olimpíada Brasileira de Matemática de Escolas Públicas (OBMEP). Fazem parte dessa competição alunos de escolas do ensino público e privado de todo o Estado. Eles são divididos em quatro níveis e o Ifal participa apenas do nível 3, voltado ao Ensino Médio. 

Os alunos Murillo Caetano, Rodrigo Guedes, Vitória Lima e Pedro Henrique Nascimento recebem menção honrosa na estadual. Já Érika Machado, Isadora Santana e Keliane Bezerra são medalhistas de bronze. Os resultados também deram as quatro primeiras colocações entre escolas do estado, que competiram no nível 3, ficando o campus de Palmeira em terceiro lugar.

registrado em: ,