Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Alunas assinam termo de compromisso para intercâmbio em Portugal

Notícias

Alunas assinam termo de compromisso para intercâmbio em Portugal

Jéssica da Conceição e Juliana Costa venceram um pleito que contou com 27 concorrentes

por Jhonathan Pino - jornalista publicado: 31/10/2018 10h57 última modificação: 01/11/2018 12h25

Jéssica da Conceição, do Campus Maceió, e Juliana Costa, do Campus Marechal Deodoro, foram as duas alunas selecionadas pelo Instituo Federal de Alagoas (Ifal) para participarem do Programa de Mobilidade para Instituições de Ensino superior não Europeias, promovido a partir de uma parceria com Instituto Politécnico de Bragança (IPB), em Portugal. O resultado saiu no dia 23, mas foi nesta terça-feira, 30, que elas se apresentaram à Assessoria de Relações Internacionais, na Reitoria, para assinarem o termo de compromisso do Programa e agora iniciam uma corrida contra o tempo, em busca dos documentos necessários para o embarque, em fevereiro próximo.

Primeira colocada da última seleção, Jéssica já havia tentado por duas outras vezes o programa de intercâmbio e apesar de seu coeficiente escolar tê-la colocado em terceiro lugar no último pleito, ela disse que não tinha mais expectativas e por isso não pensava concorrer novamente.

Jéssica revelou que foi o apelo de um de seus professores e duas de suas colegas, já intercambistas, que incentivaram-na a tentar novamente. “A primeira amiga que falou comigo foi a Jisele, que foi agora em setembro e me falou sobre suas experiências. A Jamylli foi em fevereiro. A primeira está lá agora, e me ajuda muito, tirando as dúvidas. Já a Jamylli ressaltou que tem sacrifício, mas é uma oportunidade única, que acrescenta muito conhecermos outras pessoas e termos contato com outras línguas”, enfatizou a aluna de Licenciatura em Química.Jéssica e Juliana foram à Reitoria para assinar termo de compromisso com a assessora de Relações Intrenacionais, Carla Vieira.JPG

A outra escolhida pelo programa será a aluna do curso tecnológico em Gestão Ambiental, Juliana Costa. Mãe de dois filhos, já adultos, ela disse que havia parado de estudar para cuidar deles. No entanto, ainda que estivesse voltado a estudar recentemente, não imaginava uma oportunidade de intercâmbio acadêmico para ela, e sim para seus filhos. “Eu sempre incentivei muitos meus filhos a fazerem intercâmbio, mas não sabia que eu serviria de exemplo”, comentou a aluna, que foi incentivada pelo seu esposo.

 Juliana será a quinta do Campus Marechal Deodoro, a participar do programa. Foi lá, que ela conheceu Guilherme Damasceno, outro aluno do curso, que havia passado pela mesma experiência, em 2016. “Ele retratou uma experiência muito positiva profissionalmente e pessoalmente, para abrir os horizontes e ganhar visibilidade da instituição e principalmente do meu curso”, pontuou.

Em Portugal,  a partir de fevereiro, as duas farão disciplinas que não são ofertadas pelo Ifal. Jéssica lembra que como não existe um curso igual à Licenciatura em Química, no IPB, então ela irá aproveitar disciplinas das áreas de Farmácia, Biologia, Educação Ambiental e Social, “que tenham relação com o meu curso e possam suprir a carga”, esclareceu.

Desde 2017, o Ifal envia dois alunos por semestre pelo programa, onde o alunado é recebido pelo Instituto de Bragança por um período de quase seis meses. Nesse tempo, além de assistirem às aulas, eles têm acesso aos alojamentos e refeitórios da instituição. 

registrado em: