Você está aqui: Página Inicial > Exame > Perguntas frequentes

1 - Qual o site para fazer a inscrição?

https://exame.ifal.edu.br


2 - Quais os documentos necessários para a inscrição?

Número de um documento oficial com foto, que pode ser a Carteira de Identidade emitida em um dos seguintes órgãos ou instituições: Juizado de Menores, Secretaria de Estado, Marinha, Aeronáutica, Exército, Polícia Militar, ou também, Carteira Nacional de Habilitação – CNH, Carteira de Conselhos de Classe, Passaporte ou CTPS – Carteira de Trabalho e Previdência Social; e o número da inscrição no Cadastro de Pessoa Física (CPF/MF).

 

3 - Qual o valor da inscrição? E onde pagar a taxa?

R$ 50. O pagamento deve ser feito apenas ao Banco do Brasil (em agências, no aplicativo ou terminais de autoatendimento do Banco do Brasil), até o dia 07 de outubro. O pagamento não pode ser feito em casas lotéricas, nem em outros bancos. 

 

4 - Quem tem direito à isenção da taxa de inscrição? Como pedir a isenção?

Candidato que cursou do 6º ao 9º ano em escola do ensino fundamental ou o ensino médio em escola da rede pública de ensino e com renda per capta de até 1,5 salário mínimo (por analogia à lei nº 12.799 de 10/04/2013 - R$ 1.497) e bolsista integral da rede privada do 6º ao 9º ano ou do ensino médio e que tenha renda familiar per capita de até 1,5 salário mínimo (R$ 1.497).

Para pedir a isenção, primeiro é preciso fazer a inscrição como isento. Depois, o candidato deve baixar, imprimir e preencher o Requerimento de Isenção disponível no site exame.ifal.edu.br. O candidato também precisa entregar (pessoalmente ou por terceiro) o Requerimento de Isenção, o comprovante de inscrição (fica disponível em 'Inscrições Feitas') e a documentação para comprovar que tem direito à isenção da taxa de inscrição. Atenção: essa documentação deve ser entregue até o dia 2 de outubro em um dos campi ou polos presenciais do Ifal.

Documentação necessária

Candidato que cursou do 6º ao 9º ano do ensino fundamental ou o ensino médio em escola da rede pública de ensino e com renda per capta de até 1,5 salário mínimo:

1.1.3 - a) Comprovante impresso da inscrição on-line.

Original e fotocópia:

b) da Carteira de identidade;

c) do Cadastro de Pessoa Física (CPF), caso o número não conste na Carteira de Identidade;

d) do Comprovante de Renda mensal per capta de até um e meio salário-mínimo, do candidato e de todos os membros da família que contribuam para seu sustento e dos seus dependentes legais;

ou Comprovante, em nome do candidato ou de seu responsável, de Inscrição no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal – CadÚnico, de que trata o Decreto nº 6.135, de 26 de junho de 2007;

e) Original e fotocópia do Histórico Escolar ou Declaração original da escola pública em que cursou todo o

ensino fundamental/ensino médio, emitida em papel timbrado e devidamente carimbada;

Bolsista integral da rede privada do 6º ao 9º ano ou do ensino médio e que tenha renda familiar per capita de até 1,5 salário mínimo.

1.1.4 - a) Comprovante impresso da inscrição on-line.

Original e fotocópia:

b) da Carteira de identidade;

c) do Cadastro de Pessoa Física (CPF), caso o número não conste na Carteira de Identidade;

d) do Comprovante de Renda mensal per capta de até um e meio salário-mínimo, do candidato e de todos os membros da família que contribuam para seu sustento e dos seus dependentes legais;

ou Comprovante, em nome do candidato ou de seu responsável, de Inscrição no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal – CadÚnico, de que trata o Decreto nº 6.135, de 26 de junho de 2007;

f) Original e fotocópia do Histórico Escolar ou Declaração original da escola privada em que cursou todo o ensino fundamental/ ensino médio, emitida em papel timbrado e devidamente carimbada.


5 - Fiz a inscrição, mas quero mudar o curso ou o turno, o que fazer?

De acordo com o edital, o candidato não pode alterar o curso ou o turno escolhido após a inscrição. Mas é possível fazer outra inscrição e caso o candidato tenha efetuado mais de uma inscrição e efetuado os respectivos pagamentos, será considerada válida apenas a última inscrição. As demais serão consideradas nulas e não será devolvido o valor pago pelas inscrições.

 

6 - Como efetuar a inscrição para uma das cotas?

De acordo com o decreto 7.824/2012 e as demais legislações citadas no edital, só pode concorrer às vagas das cotas quem estudou somente (exclusivamente e integralmente) em escola da rede pública.

Então, na hora da inscrição, se o candidato disser que a escola de origem é da rede pública (pública estadual, pública federal ou pública municipal), precisa responder se estudou exclusivamente e integralmente na rede pública. Caso o candidato tenha estudado todos os anos do ensino fundamental ou médio em escola pública, precisa preencher os dados para concorrer às vagas das cotas. Os dados são etnia, valor da renda familiar bruta (que é a soma dos rendimentos de todas as pessoas da família que moram na mesma casa), o número de pessoas que moram na mesma casa e se deseja concorrer às vagas para deficiente físico.

*Tudo isso deverá ser comprovado durante a matrícula na instituição, por isso preencha corretamente as informações! 

 

7 - Qual o dia da prova? O que é necessário levar?

A prova está marcada para o dia 24 de novembro, às 9h. Mas os portões dos locais de provas fecham às 8h50. Então é preciso chegar antes desse horário. O candidato deve levar caneta esferográfica preferencialmente de tinta preta ou azul escura, além de um documento de identificação oficial com foto - o candidato só pode entrar no local de prova se tiver com um documento de identificação oficial com foto! A prova tem duração máxima igual para todos os candidatos, que é de 3 horas e 30 minutos. 


8 - Errei o valor da renda ou o preenchimento referente às cotas, como fazer?

O candidato deverá preencher e entregar o formulário de "Requerimento para Correção e Opção" no campus para o qual se inscreveu, até o dia 16/10/2019. 

Erros no preenchimento de dados pessoais podem ser corrigidos no sistema, na parte de 'Alterar dados cadastrais'. 


9 - Errei o nome, o número da identidade ou outro dado pessoal, o que fazer?

O candidato deve alterar os dados no sistema, na opção "Alterar dados cadastrais". Nessa mesma opção, o candidato também pode fazer uma nova senha para acessar o sistema.


10 - Como comprovar baixa renda para entregar o pedido de isenção da taxa de inscrição do Exame de Seleção?

O edital mostra algumas situações em que o candidato pode comprovar baixa renda, quanto mais documentos, melhor para que a análise seja feita. Confira:

TRABALHADORES ASSALARIADOS – por contracheques; declaração de IRPF acompanhada do recibo de entrega à Receita Federal do Brasil e da respectiva notificação de restituição, quando houver; Carteira de Trabalho Profissional registrada e atualizada; Carteira de Trabalho registrada e atualizada ou carnê do INSS com recolhimento em dia, no caso de empregada doméstica; extrato atualizado da conta vinculada do trabalhador no FGTS; extratos bancários dos últimos três meses, pelo menos.

ATIVIDADE RURAL – por declaração de IRPF acompanhada do recibo de entrega à Receita Federal do Brasil e da respectiva notificação de restituição, quando houver; Declaração de Imposto de Renda Pessoa Jurídica - IRPJ; quaisquer declarações tributárias referentes a pessoas jurídicas vinculadas ao candidato ou a membros da família, quando for o caso; extratos bancários dos últimos três meses, pelo menos, da pessoa física e das pessoas jurídicas vinculadas; notas fiscais de vendas.

APOSENTADOS E PENSIONISTAS – por extrato mais recente do pagamento de benefício; Declaração de IRPF acompanhada do recibo de entrega à Receita Federal do Brasil e da respectiva notificação de restituição, quando houver; extratos bancários dos últimos três meses, pelo menos.

AUTÔNOMOS E PROFISSIONAIS LIBERAIS – por Declaração de IRPF acompanhada do recibo de entrega à Receita Federal do Brasil e da respectiva notificação de restituição, quando houver; quaisquer declarações tributárias referentes a pessoas jurídicas vinculadas ao candidato ou a membros de sua família, quando for o caso; guias de recolhimento ao INSS com comprovante de pagamento do último mês, compatíveis com a renda declarada; extratos bancários dos últimos três meses.

RENDIMENTOS DE ALUGUEL OU ARRENDAMENTO DE BENS MÓVEIS E IMÓVEIS – por Declaração de Imposto de Renda Pessoa Física – IRPF acompanhada do recibo de entrega à Receita Federal do Brasil e da respectiva notificação de restituição, quando houver. Extratos bancários dos últimos três meses, pelo menos. Contrato de locação ou arrendamento devidamente registrado em cartório acompanhado dos três últimos comprovantes de recebimentos.


11 - Me inscrevi como isento, mas não tenho direito à isenção. Como mudar isso?

O candidato ou a candidata deve ligar para a Copes (3194-1158) ou informar ao campus sobre o erro, para que a inscrição seja alterada no sistema. Então, no sistema de inscrição vai aparecer a guia com a taxa de inscrição para que o candidato ou candidata faça o pagamento.