Você está aqui: Página Inicial > Campus > Palmeira dos Índios > Ensino > Cursos > Superior > Bacharelado em Engenharia Elétrica
conteúdo

Bacharelado em Engenharia Elétrica - Campus Palmeira dos Índios

O (A) bacharel(a) em Engenharia elétrica atua propositivamente de forma a atuar como Engenheiro Eletricista com formação generalista, na geração, transmissão, distribuição e utilização da energia elétrica; estuda, projeta e especifica materiais, componentes, dispositivos e equipamentos elétricos, eletromecânicos, magnéticos, de potência, de instrumentação, de aquisição de dados e de máquinas elétricas em setores industriais, residenciais, comerciais e de sistema elétrico de potência; planeja, projeta, instala, opera e mantem instalações elétricas, sistemas de medição e de instrumentação, de acionamentos de máquinas, de iluminação, de proteção contra descargas atmosféricas e de aterramento; elabora projetos e estudos de conservação e de eficiência energética e utilização de fontes alternativas e renováveis; coordena e supervisiona equipes de trabalho; realiza estudos de viabilidade técnico-econômica, executar e fiscalizar obras e serviços técnicos; efetua vistorias, perícias e avaliações, emitindo laudos e pareceres; automatiza processos de produção industriais e setores residenciais; considera a ética, a segurança, a legislação e os impactos ambientais em suas atividades.

Local de oferta

Palmeira dos Índios

Modalidade

Bacharelado

Presencial

Turno

Matutino/Vespertino/Noturno

Carga horária

3.730 horas

Duração

05 (cinco) anos

Vagas (1ª entrada; 2ª entrada)

40 (quarenta) vagas

Fale com a coordenação

Nome do coordenador: Tiago Abreu Tavares de Sousa

E-mail institucional da coordenação: tiago.abreu@ifalpalmeira.edu.br

Telefone da coordenação: 2126-6387

Currículo lattes do(a) coordenador(a): http://lattes.cnpq.br/0494651199775290   

 

Forma de acesso ao curso

Serão efetuadas com base nos resultados obtidos pelos estudantes no Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) utilizados pelo Sistema de Seleção Unificada (SISU), sendo 50% das vagas destinadas a alunos oriundos da Rede Pública, observado os pesos e as notas mínimas estabelecidas pelo Edital publicado pela instituição. O ingresso também pode ocorrer por transferência e/ou equivalência e reopção conforme estabelecido nas Normas de Organização Didática, respeitando os termos da legislação vigente. A instituição poderá adotar também outras formas de acesso previstas nas Normas de Organização Didática, tais como: vestibular, transferência, equivalência e reopção.

Pré-requisitos para ingressar no curso

Ter o ensino médio completo.