Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Ifal e Governo do Estado assinam convênio para a construção de sede definitiva do Campus Batalha
conteúdo

Notícias

Ifal e Governo do Estado assinam convênio para a construção de sede definitiva do Campus Batalha

Convênio foi firmado no sábado dentro da programação da 38a Expo Bacia Leiteira

publicado: 08/10/2021 08h47, última modificação: 13/10/2021 07h41

O Instituto Federal de Alagoas (Ifal) assinou neste sábado (09), às 9h, dentro da programação da 38a Expo Bacia Leiteira, em Batalha, um convênio no valor de R$ 17.594.988,12 com o Governo do Estado de Alagoas para repasse de orçamento destinado à construção da nova sede do Campus Batalha. O campus, implantado no município em 2014, funciona no Polo Agroalimentar de Batalha, cedido pelo estado, enquanto a sede definitiva não é construída. 

Compareceram à solenidade de assinatura do convênio o reitor Carlos Guedes, o governador Renan Filho, a prefeita de Batalha Marina Dantas, o deputado estadual Paulo Dantas entre autoridades locais e da região da bacia leiteira. Uma comitiva do Ifal também acompanhou o evento, formada por diretores gerais de campus, professores e técnicos administrativos de algumas unidades de ensino e da reitoria do Ifal.

Atualmente, o campus oferta os Cursos Técnicos Integrados em Biotecnologia e Agroindústria, ambos nos turnos matutino e vespertino, recebendo estudantes, além do próprio município e povoados, dos municípios de Belo Monte, Jaramataia, Jacaré dos homens, São José da Tapera, Monteirópolis, Olho D'agua das Flores, Major Isodoro, Arapiraca e até Maceió, além de projetos de extensão e pesquisa. 

O processo de licitação para a construção da sede definitiva do Campus Batalha iniciou em 09 de novembro de 2020. No entanto, de acordo com o diretor geral do campus, Marcos Serafim, o sonho da sede definitiva remonta à data de implantação do campus no município, e desde então, muitos esforços foram empregados ao longo dessa jornada, demandando empenho coletivo de pró-reitores, professores e técnicos administrativos da instituição. "Todo o nosso trabalho foi em prol, naturalmente, de um sonho, que se constitui em algo subjetivo e abstrato, mas que conseguimos transformar em uma meta concreta a ser alcançada", concluiu Serafim. 

O projeto foi desenvolvido em conformidade com o padrão previsto pela Rede Federal, a fim de proporcionar à sociedade uma infraestrutura física e tecnológica para desenvolvimento de atividades pedagógicas que agreguem valor à comunidade local. O processo, realizado na modalidade de Regime Diferenciado de Contratação - RDC, foi concluído no início do mês de outubro deste ano.

Projeto da sede definitiva do Campus Batalha.jpgO projeto oferece a capacidade para a oferta de 1200 vagas e prevê a construção de auditório, biblioteca, bloco pedagógico (salas de aula, laboratórios de formação geral, laboratórios de informática, salas administrativas), cozinha/cantina/vivência, ginásio de esportes, laboratórios especiais, garagem/almoxarifado, guarita, subestação, hall de entrada, etc. A disposição dos espaços se dará por meio de blocos interligados e dispostos à margem da Avenida Governador Muniz Falcão. A entrada principal será localizada na AL 220/Centro, e os últimos blocos margeiam o trevo para Belo Monte.

 Para o reitor do Ifal, Carlos Guedes, esse momento representa um marco nas relações institucionais entre as Administrações Públicas Estadual e Federal do Estado. “A consolidação da expansão do Instituto Federal em Alagoas tem sido uma jornada de muitas dificuldades vivenciadas por dirigentes e servidores da nossa instituição. Em virtude dos cortes orçamentários da União, encontramos a sensibilidade, o carinho e a decisão política do  Governador Renan Filho para concluir a implantação das novas sedes dos campi Batalha, Santana do Ipanema e Rio Largo, e o Governo de Alagoas atendeu ao chamado do Ifal e da missão institucional de promover educação de qualidade social, pública e gratuita. A partir deste convênio, concluiremos a nossa expansão começando pela construção da sede definitiva em Batalha, uma ação que possibilitará a concretização de um sonho da nossa comunidade acadêmica”, afirmou o reitor.

Expansão da Rede Federal - O Instituto Federal de Alagoas é uma instituição de educação profissional e superior. Um complexo de educação que integra pesquisa, ensino e extensão, desde a formação básica à pós-graduação, proporcionando, deste modo, uma formação integral ao cidadão, por intermédio de cursos de formação inicial, técnicos, superiores de tecnologia, bacharelados, licenciaturas e pós-graduações lato sensu e stricto sensu. A instituição possui 16 campi com sede em 15 municípios de Alagoas e uma Reitoria na capital alagoana, com quase 2 mil servidores e mais de 20 mil estudantes matriculados, transformando vidas em todas as regiões do estado.

No final de 2005, o Ministério da Educação (MEC), por meio da Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica (Setec/MEC), criou o Plano de Expansão da Rede Federal de Educação Profissional, cujo objetivo foi ampliar a presença e o acesso da população à Educação Profissional e Tecnológica em todo o país.

Dessa forma, a expansão da educação profissional e tecnológica integra-se à agenda pública que prevê a presença do Estado na consolidação de políticas educacionais no campo da escolarização e da profissionalização. Assume, portanto, o ideário da educação como direito e da afirmação de um projeto societário que corrobora uma inclusão social emancipatória.