Você está aqui: Página Inicial > Campus > Site > Piranhas Notícias > Em Piranhas, crianças aprendem uso consciente de água com teatro de fantoches

Notícias

Em Piranhas, crianças aprendem uso consciente de água com teatro de fantoches

por Roberta Rocha - jornalista publicado: 31/10/2019 17h20 última modificação: 31/10/2019 17h22

Cinco meses em cena, mais de 900 crianças atendidas, sete escolas beneficiadas. São esses os números que o projeto de extensão Gotinha D'água coleciona, desde que começou a atuar na conscientização ambiental infantil por meio do teatro de fantoches. A iniciativa oriunda do Instituto Federal de Alagoas - Ifal Campus Piranhas é focada em trabalhar o tema do uso racional da água de forma lúdica, em instituições de ensino da rede pública do município do alto sertão alagoano.

De acordo com o professor Samuel Silva, orientador do projeto, a região semiárida requer cada vez mais uma maior eficiência na utilização da água potável, em função de secas sazonais e ocasiões de falta d'água. Por isso, surgiu a ideia de educar a criançada contra o desperdício dos recursos hídricos.

O primeiro passo para colocar a proposta em prática foi o treinamento das bolsistas participantes para montar o espetáculo, escolher personagens, roteiro, confeccionar fantoches e pensar em formas de transmitir a informação de maneira clara, com linguagem apropriada. Entre os temas abordados, estão o ciclo da água, seus estados, características e transformações; o papel da comunidade na preservação de rios, lagos e mares; a importância da água para a vida humana e de todos os seres vivos do planeta; além das causas da poluição da água e os cuidados que se deve ter com a água potável.

Projeto Gotinha D'água

O projeto promoveu apresentações no Centro de Educação Infantil Antonio Rodrigues Pereira, Escola Creche Professora Marinita do Nascimento Cordeiro, Escola Professora Sonia Maria Brito Rodrigues, Escola de Ensino Fundamental Arco-Íris, Escola Convivendo Coopex, Creche Municipal Maria da Silva e na Escola Municipal Nossa Senhora da Saúde.

A estudante de Engenharia Agronômica Suellen Barbosa é uma das integrantes do projeto, que também tem como bolsista a aluna Julhe Caroline. De acordo com Suellen, os números teatrais despertam a conscientização dos demais segmentos envolvidos na atividade, como docentes, coordenadores das escolas visitadas e até das próprias extensionistas. "Foi uma experiência muito boa ter esse contato com a criança, ver que elas realmente entendem. Estou apenas no início do curso, me deixa muito feliz ter essa oportunidade. Está me ensinando a gostar da área de irrigação, de ter esse cuidado com a água. E pode ser que futuramente me especialize nisso", comentou.

Atração em cena - Além da estória narrada pelos personagens, a encenação do "Gotinha D'água" envolve cantoria de músicas sobre a água. O cenário foi construído com materiais doados e reaproveitados de eventos realizados no Campus Piranhas, tais como TNT, cartolinas, papel e isopor.