Você está aqui: Página Inicial > Campus > Site > Palmeira dos Índios Notícias > Pesquisa do campus que analisa cargas horárias de cursos de Engenharia Civil presencial e EaD é apresentada no CE

Notícias

Pesquisa do campus que analisa cargas horárias de cursos de Engenharia Civil presencial e EaD é apresentada no CE

por Monique de Sá publicado: 26/09/2019 12h49 última modificação: 26/09/2019 12h49

O Núcleo Tecnológico em Construção Civil (NUTECC) do Instituto Federal de Alagoas (Ifal), campus Palmeira dos Índios, sob coordenação do professor Jesimiel Pinheiro, mais uma vez teve trabalho aprovado para apresentação em um Congresso, através do artigo: “Educação Presencial X Educação a distância em cursos de Engenharia Civil: análises e reflexões sobre cargas horárias”.

O trabalho foi orientado pelo docente e teve como participantes os estudantes de Engenharia Civil: Juliana Brito, Mallena Soares e o recém-formado, Eliédson de Carvalho. Representado o Núcleo, Jesimiel esteve entre os dias 17 a 20 de setembro no XLVII Congresso Brasileiro de Educação Em Engenharia (COBENGE) e II Simpósio Internacional de Educação em Engenharia da ABENGE, na cidade de Fortaleza-CE.

A pesquisa foi embasada na coleta de dados referente à carga horária utilizada nos componentes da matriz curricular em cursos de Engenharia Civil de duas instituições de ensino, que atuam no interior de Alagoas. “Fizemos um estudo comparativo entre cargas horárias de um curso de Engenharia Civil de Educação a Distância (EaD) privado e um curso presencial público, em que chegamos a distorções importantes”, explica o professor.

Segundo a pesquisa, os resultados demonstram diferenças significativas. “A exemplo de disciplinas da área de Estrutura em que o curso presencial apresentou um aumento significativo de horas em relação ao EaD, cerca de 65% de carga horária. Já as matérias de Instalações Prediais, Técnicas Construtivas e Geologia apesentaram diferença de carga horária do curso presencial em relação ao curso EaD de 33%, 20% e 50%, respectivamente”, detalha Jesimiel.

Na conclusão, a pesquisa diagnosticou que a carga horária do curso presencial é 10,05% maior que a do curso a distância. “O artigo serviu de reflexão para futuras análises e traz o seguinte questionamento: será que o curso presencial está muito extenso ou o EaD que está muito curto? A amostragem foi pequena, mas representativa, já que analisa duas instituições de ensino do agreste alagoano”, conclui o professor.

Sobre o COBENGE

Trata-se do mais importante fórum de discussão sobre a formação e o exercício profissional em Engenharia no Brasil. O COBENGE é um evento de periodicidade anual e a cada ano reúne pesquisadores e professores de diversas partes do país, tendo como missão produzir mudanças necessárias para a melhoria da qualidade do ensino de graduação e pós-graduação em engenharia e tecnologia no Brasil.