Você está aqui: Página Inicial > Campus > Site > Murici Notícias > Conheça histórias de estudantes do Campus Murici aprovados no SISU 2019

Notícias

Conheça histórias de estudantes do Campus Murici aprovados no SISU 2019

Quem inaugura a série de matérias é o estudante José Ronaldo da Silva Santos, aprovado em Engenharia de Alimentos pela UEMS

publicado: 07/02/2019 12h59 última modificação: 07/02/2019 19h05

 

"Veja!
Não diga que a canção
Está perdida
Tenha fé em Deus
Tenha fé na vida
Tente outra vez!"

É com os esses versos de Raul Seixas e Paulo Coelho que o estudante do Curso Técnico em Agroecologia José Ronaldo da Silva Santos identifica a trilha sonora que melhor representa o seu momento. Recém-aprovado no curso de Engenharia de Alimentos da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul, Ronaldo nasceu na cidade de Branquinhas, em Alagoas, e até os 8 anos morou na Fazenda Guanabara. O estudante relata que após a Usina São Simeão dispensar os seus pais da lida, sua família foi obrigada a morar na beira da pista junto ao Movimento Sem Terra CPT (como nômades, sem moradia certa) e somente tempos depois conseguiram morada no Assentamento Dom Hélder, em Murici.

“Nós do campo somos a todo momento colocados pra baixo (em todos os parâmetros da sociedade), vivemos largados, sem acesso a cultura e lazer. Para estudar é um sacrifício: as vezes sem ônibus, o jeito é andar 9,96 km a pé. Muitos dos meus não resistiram e infelizmente deixaram o sonho pelo caminho”, afirma o estudante. 

Ronaldo.jpg

Para Ronaldo, sua aprovação significa “a Vitória do campo, da juventude camponesa que sofre noite e dia, significa dizer que o campo vive! Que enquanto mais o sistema nos faz fracos, nós  resistimos”.

Sobre a importância do IFAL para tal conquista: “Posso dizer com toda certeza que se não fosse esse campus Murici hoje não teria chegado onde cheguei. [...] Essa equipe maravilhosa me fez amadurecer pra vida”, afirma. Perguntado se algum professor ou professora o inspirou na escolha do curso, Ronaldo declara que: “todos, tanto do Curso Técnico em Agroindústria como de Agroecologia, mas em especial o professor Tiago Pimenta”.

Por esses motivos Ronaldo reconhece e dedica a sua aprovação a sua família, toda equipe do IFAL Murici, toda a juventude do assentamento Dom Hélder e aos seus amigos: “Essa aprovação não é só minha, é de todo meu assentamento, em especial da juventude. Eu quero! Eu posso! Eu consigo!