Você está aqui: Página Inicial > Campus > Site > Marechal Deodoro Notícias > Semana de Meio Ambiente populariza ciência produzida pelo Campus Marechal Deodoro

Notícias

Semana de Meio Ambiente populariza ciência produzida pelo Campus Marechal Deodoro

Atividades de ensino, pesquisa e extensão ligadas a temas ambientais foram apresentadas à sociedade

por Acássia Deliê publicado: 24/10/2019 19h12 última modificação: 24/10/2019 22h02
Exibir carrossel de imagens Profa. Michely Libos na mesa de abertura

Profa. Michely Libos na mesa de abertura

A ideia surgiu de uma necessidade clara: espalhar o conhecimento produzido por estudantes e professores do Instituto Federal de Alagoas (Ifal). Assim nasceu a Semana de Meio Ambiente, que, durante três dias, movimenta o Campus Marechal Deodoro com atividades diversas em torno da área ambiental. O evento faz parte da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, um esforço para popularizar a ciência no Brasil.

Desde quarta-feira (23), o pátio central, corredores e salas de aula da escola estão ocupados por painéis que apresentam ao público os trabalhos de ensino, pesquisa e extensão realizados pelo campus. Oficinas, palestras, visitas a laboratórios, mesas-redondas e debates sobre temas ligados ao meio ambiente também fazem parte da programação e contam com a participação de especialistas, mestres e doutores em áreas ambientais.

"Mais do que nunca, precisamos explicar à sociedade a importância da ciência e a importância de valorizar a ciência, ainda mais esta produzida em instituições públicas, como o Ifal. Temos aqui trabalhos de pesquisa e extensão brilhantes, que impactam diretamente comunidades de várias partes de Alagoas", explica Michely Libos, chefe do Departamento de Pesquisa, Pós-Graduação e Inovação (DPPI) do Campus Marechal Deodoro e uma das coordenadoras da semana.

Recursos para eventos que promovam extensão

Na abertura do evento, o pró-reitor de Extensão do Ifal, Abel Coelho, representando o reitor Carlos Guedes, reforçou a importância da Semana de Meio Ambiente para divulgar as ações do Ifal na área ambiental. "Temos que compartilhar o conhecimento que produzimos com a sociedade, que é diretamente beneficiada por ele. Extensão não tem limites fora dos nossos muros, é preciso ir cada vez mais longe. E por isso vamos começar a destinar recursos para eventos que envolvam extensão no Ifal", anunciou o pró-reitor.

Também participaram da mesa de abertura os professores Ednaldo Farias Gomes, representando a Pró-Reitoria de Pesquisa, Pós-Graduação e Inovação (PRPI); Éder Souza, diretor-geral do Campus Marechal Deodoro; Stoécio Maia, coordenador do Mestrado em Tecnologias Ambientais (PPGTEC); Thiago Bianchetti, coordenador da Especialização em Meio Ambiente e Educação (PPGEMA); e a professora Ana Paula Fiori, coordenadora da Feira de Ciências Ambientais, que será realizada na escola nessa sexta-feira (25).

A palestra de abertura foi sobre o tema "Contribuições da Etnobiologia para a Bioprospecção, Manejo e Conservação da Biodiversidade", com os professores Pedro Guilherme da Silva, Rafael Ricardo da Silva e Joabe Gomes de Melo, todos doutores em áreas relacionadas.

"Somos um campus absolutamente voltado para o meio ambiente, desde a educação básica, passando pela educação superior, até a pós-graduação. É fundamental que tenhamos cada vez mais ações que possam comunicar à sociedade o que estamos fazendo aqui, especialmente em um momento de tantos ataques à ciência e ao serviço público", comentou o diretor-geral do campus, Éder Souza.

Feira de Ciências Ambientais

Nessa sexta-feira (25), a programação central do evento será a Feira de Ciências Ambientais (FCA), com participação de estudantes dos cursos técnicos do Campus Marechal Deodoro e também estudantes de Ensino Médio da Escola Estadual Deodoro da Fonseca e da Escola Estadual Rosa Maria Paulina da Fonseca. A escola estará repleta de adolescentes e materiais como réplicas em tamanho real de cenários ambientais sustentáveis, maquetes, filmes, fotografias e desenhos produzidos pelos jovens.

Todo o evento será aberto ao público, gratuitamente.

Palestra de abertura: Contribuições da Etnobiologia para a Bioprospecção,Manejo e Conservação da Biodiversidade