Você está aqui: Página Inicial > Campus > Site > Marechal Deodoro Notícias > No Dia da Mulher, Campus Marechal lança novo clipe musical em Libras

Notícias

No Dia da Mulher, Campus Marechal lança novo clipe musical em Libras

Cantora Fernanda Guimarães participa da produção, interpretando a música Catarina Guerreira para pessoas surdas

por Acássia Deliê publicado: 08/03/2018 08h56 última modificação: 08/03/2018 09h09
Dia de gravação com a cantora Fernanda Guimarães, em janeiro

Dia de gravação com a cantora Fernanda Guimarães, em janeiro

O Instituto Federal de Alagoas (Ifal) - Campus Marechal Deodoro lançou, nessa quinta-feira (8), o segundo clipe musical do projeto Escola em Libras, que interpreta canções de artistas alagoanos para pessoa surdas. Dessa vez, a produção tem participação especial da cantora Fernanda Guimarães, interpretando a música Catarina Guerreira, numa homenagem ao Dia da Mulher.

Gravado nas ladeiras de Marechal Deodoro-AL, no mês de janeiro, o clipe marca o encerramento da segunda turma do curso de extensão Introdução à Libras na escola. A produção também envolveu mulheres da comunidade, que aparecem no clipe cantando e dançando. 

Catarina Guerreira

Catarina Guerreira é uma composição de Edu Krieger, autor de sucessos gravados por Maria Rita, Ana Carolina, Maria Gadu, Fagner, entre outros artistas brasileiros. A música faz parte do álbum Verbo Livre, lançado pela alagoana Fernanda Guimarães em 2010. Convidada pela escola para participar do clipe em Libras, a cantora diz que foi uma experiência nova, de troca com a comunidade.

"A língua de sinais é uma maneira diferente da música se comunicar, é importante para a inclusão. Fui recebida com muito carinho, todo mundo estava ali afim de participar, se divertindo, pura descontração. E essa música é forte, reflete o que é ser mulher, acho que somos todas um pouco da Catarina, nós que lutamos por igualdade de gênero, igualdade de direitos. Espero que vocês curtam, como a gente curtiu".

No clipe, Catarina é interpretada por Josilene Santos, de 41 anos, mãe de uma aluna do Campus. Ambas concluíram o curso de Introdução à Libras e toparam participar da gravação. "Nunca tinha feito nada parecido, achei muito interessante, principalmente porque a música fala da luta diária das mulheres. Foi uma honra pra mim participar, um momento importante na minha vida", contou Josilene.

Escola em Libras

O projeto é realizado pelo setor de Comunicação, em parceria com o Departamento de Apoio Acadêmico (DAA) da escola. O primeiro clipe foi lançado em agosto de 2017, com a participação do cantor Wado, interpretando em Libras a música Fortalece Aí. 

"Em 2017, recebemos nossa primeira aluna surda e, em 2018, já temos um novo aluno aprovado. Ou seja, a partir desse ano, temos dois estudantes surdos conosco. Essa nova realidade tem trazido grandes desafios pra todos nós. Dentro da sala de aula, por exemplo, ainda aguardamos o envio de intérpretes de Libras para a escola. Fora da sala de aula, o desafio é difundir a Língua de Sinais na comunidade, para incentivar e facilitar a comunicação com os novos alunos. Foi aí que surgiu o projeto", explica Diogo Oliveira, chefe do DAA do Campus Marechal.

Desta vez, a interpretação da música Catarina Guerreira na Língua de Sinais é assinada pela professora Danielly Caldas (Ifal Maceió), com colaboração da professora Cristiana Anjos (voluntária) e do estudante Vinícius Leonel (Ifal Marechal Deodoro). "Estou muito orgulhosa de ter feito parte desse trabalho lindo e ver alunos iniciando na Libras pela música. Cada interpretação é peculiar, uma será sempre diferente da outra, mas acho que conseguimos um resultado muito interessante", disse Danielly.

A produção também contou com o apoio da SMTT de Marechal Deodoro e do Piracema Studio, que fez a montagem da obra.

Lançamento

O clipe foi lançado nas redes sociais do Campus Marechal Deodoro na manhã dessa quinta-feira (8), e terá exibição pública na escola às 9h da sexta-feira (9), encerrando a programação da 1ª Semana da Mulher no Campus. Confira o vídeo: