Você está aqui: Página Inicial > Campus > Site > Maragogi Notícias > Emoção e reflexão social marcam primeira noite do Auto de Natal

Notícias

Emoção e reflexão social marcam primeira noite do Auto de Natal

por Bartolomeu Honorato publicado: 12/12/2018 09h57 última modificação: 12/12/2018 13h24
Exibir carrossel de imagens Manjedoura, uma das cenas finais

Manjedoura, uma das cenas finais

Olhos atentos em cada movimento de dança e interpretação e reflexão sobre temas da atualidade. Isso foi o resumo da primeira noite de apresentação do Auto de Natal, espetáculo encenado por estudantes do Instituto Federal de Alagoas, campus Maragogi. A apresentação ocorreu, nesta terça-feira (11), no Centro de Maragogi. A próxima parada do teatro de rua será em São Luiz do Quitunde, na segunda-feira (17).

Turistas e moradores de Maragogi logo cedo lotaram a praça Santo Antônio para acompanharem o espetáculo, que começou por volta das 20h. Logo no início, a plateia foi surpreendida por atores com lamparinas saindo do meio do público para abrir passagem aos profetas que deram início à narração da história do nascimento de Jesus.

Um dos primeiros momentos que prenderam o olhar dos expectadores foi a entrada do pastoril. Neste ano, com elementos novos: a borboleta e o pastor. Juntos com os cordões encarnado, azul e Diana, eles deram boas vindas a quem saiu de de casa para ver como estudantes misturam cultura popular do Nordeste e relatos bíblicos da chegada do Messias ao mundo.

A entrada de Herodes no palco chamou a atenção de quem estava sentado nos bancos da praça e se espremia em pé na multidão. A cena que uniu dança árabe, fogo, figurino inspirado no império romano e reflexão sobre temas sociais foi o ponto alto do espetáculo. “Foi cenicamente bela e forte. As meninas trouxeram fogo, que foi de uma beleza impactante. Nessa hora, Herodes manda matar os bebês e as mulheres de Ramá contam a história de seus filhos sendo mortos no SUS e em situações de violência. É uma analogia, avalia o professor Ricardo Araújo, que coordenada o Auto de Natal.

O casal de turistas de Minas Gerais, Hosana Passos e Bruno Pedralva, ficou emocionado com o que viu na noite de espetáculo. Durante  1h30 de apresentação, eles consideraram que a trupe levou ao público uma encenação de alto nível. “Foi uma superprodução, bem contextualizada com a cultura popular. Falou da liberdade, da juventude, quebrou estereótipos. Foi lindo ver uma Maria negra e muitas mensagens visuais”, disse Hosana Passos. Além de São Luiz, a trupe vai a Porto Calvo no dia 19 e Maceió no dia 21. A encenação começará às 19h30.