Você está aqui: Página Inicial > Campus > Site > Coruripe Notícias > Mostra Científica e Cultural mobiliza estudantes e servidores do Campus Coruripe

Notícias

Mostra Científica e Cultural mobiliza estudantes e servidores do Campus Coruripe

Salas temáticas, oficinas e outras atividades trabalham as potencialidades dos estudantes de forma multidisciplinar

por Elaine Rodrigues publicado: 29/11/2019 12h38 última modificação: 02/12/2019 16h10
Exibir carrossel de imagens Estudantes e servidores envolvidos no evento

Estudantes e servidores envolvidos no evento

A segunda edição do ComCiências movimenta toda a comunidade acadêmica do Instituto Federal de Alagoas (Ifal), Campus Coruripe. Desde quarta-feira, 27, os estudantes atuam como protagonistas da Mostra Científica e Cultural da instituição. A programação também mobiliza os servidores e encanta os visitantes que participam de algumas atividades.

A abertura do evento foi realizada no auditório do campus, onde o diretor-geral, José Roberto Araújo, e os organizadores receberam a pró-reitora de Ensino, Cledilma Costa, o pró-reitor de Extensão, Abel Coelho, a diretora-geral do Campus São Miguel, Talita Morais, e a chefe do Departamento de Pesquisa e Inovação, Sheyla Coelho.

José Roberto fazendo a abertura do evento“O Campus Coruripe fica muito feliz em ver a euforia dos nossos alunos em participar de um evento como esse. E temos a necessidade de promover atividades assim, para sairmos um pouquinho da rotina de sala de aula e para que os estudantes possam expor os seus saberes, que eles já adquiriram com os nossos mestres”, afirmou José Roberto, durante a abertura, agradecendo a todos o empenho em organizar e desenvolver as ações do ComCiências.

De acordo com o professor Everaldo dos Santos, um dos organizadores, a metodologia do evento foi planejada para os estudantes. “A gente pensou em uma forma de fazer a avaliação integral do estudante. Os trabalhos são interdisciplinares. A gente não está fazendo uma feira de ciências. A gente está desenvolvendo uma mostra científica, um projeto inter e multidisciplinar”.

Wagner Bijagó em palestra sobre as conexões de Brasil e ÁfricaE a interdisciplinaridade também está presente em toda a programação. A palestra de abertura contou com o professor Wagner Bijagó, da Universidade Federal de Alagoas, que é africano e foi contar aos participantes as conexões entre Brasil e África. Outra atividade multidisciplinar foi a observação astronômica na noite dessa quinta-feira, 28, feita com a orientação do professor Antônio Carlos Miranda, da Universidade Federal Rural de Pernambuco.

Atividades do ComCiênciasAlém dessas atividades, o ComCiências também contou com 12 salas temáticas, oficinas, apresentações de projetos e pesquisas em banners, estandes e também apresentações culturais. “Nas salas temáticas, foram abordados um só tema, envolvendo várias disciplinas. Na sala ‘Química das Drogas’, por exemplo, os estudantes abordaram os efeitos da química no corpo humano, com os conhecimentos de Biologia; a parte social, como esse indivíduo é afetado pelo uso das drogas, não só ele mas a família e a sociedade. Também foi feita uma lembrança dos artistas que morreram pelo uso das drogas e uma explicação sobre a entrada das drogas, utilizando a Geografia. É a interdisciplinaridade, para envolver tudo isso em um tema só”, detalha o professor Paulo Bezerra, que também está envolvido na organização do evento.

Atividades do ComCiênciasO ComCiências termina nesta sexta-feira, 29, com oficinas, palestra, mesa-redonda e apresentação de capoeira. “Nessa programação aqui nós percebemos o cuidado da nossa instituição de ensino, que tem como missão principal a educação pública, gratuita e de qualidade social. É por isso que nós existimos, para oferecer esse serviço e com essa qualidade”, ressalta a pró-reitora Cledilma Costa.