Você está aqui: Página Inicial > Campus > Site > Arapiraca Notícias > Projeto do Ifal Arapiraca quer levar irrigação inteligente a pequenos produtores rurais

Notícias

Projeto do Ifal Arapiraca quer levar irrigação inteligente a pequenos produtores rurais

O ‘Sensor Smart’ foi o vencedor do desafio “Empreender grande, desde pequeno” do Trakto Marketing Show

por Elaine Rodrigues publicado: 07/06/2018 14h14 última modificação: 07/06/2018 14h14
Exibir carrossel de imagens Equipe concede entrevista na Rádio Educativa FM

Equipe concede entrevista na Rádio Educativa FM

Viver numa região de clima semiárido é um desafio para o pequeno produtor rural. A temperatura elevada e os períodos de estiagem demandam um gasto maior com água e energia, aumentando os custos do negócio. Diante desse cenário, quatro alunos do primeiro ano de Informática do Ifal Arapiraca desenvolveram o projeto de irrigação inteligente que promete ser uma alternativa para solucionar esse problema.

O ‘Sensor Smart’ utiliza os recursos necessários para irrigar o campo. A ideia veio dos alunos Arthur Brito Ribeiro, Eduardo Roger Melo Mendonça, Manuel Eduardo Nascimento Antunes e Janderson dos Santos Melo, sob a orientação do professor Fernando Tenório.

Equipe concede entrevista na Rádio Educativa FM

“Os irrigadores de hoje custam caro e o agricultor rural não tem acesso a eles”, contou Eduardo. O grupo explica que os sensores feitos a base de umidade que existem atualmente no mercado custam R$ 95 e R$ 625. O problema é que o mais barato cobre uma área pequena do campo e o que possui o valor mais elevado é inviável para o pequeno produtor.

“Nesse contexto, surge o ‘Sensor Smart’, sensores de umidade inteligente. Ele vai funcionar simplesmente a partir de pregos ou qualquer tipo de haste metálica, fios de cobre e uma placa controladora. O custo total é de aproximadamente R$ 16”, explicou o aluno Arthur Brito.

Equipe concede entrevista na Rádio Educativa FMEquipe concede entrevista na Rádio Educativa FMEquipe concede entrevista na Rádio Educativa FM

Conforme o projeto, os sensores vão receber a condutividade elétrica do solo e passam para a placa controladora, que irá converter na umidade do solo e, assim, informar para o sistema de irrigação se é necessário ou não ligar o dispositivo naquele momento. “Nós fizemos uma pesquisa de mercado em Traipu. Todos os pequenos agricultores acharam essa ideia excelente, aprovaram o projeto”, garantiu Manuel.

A ideia de levar irrigação inteligente aos pequenos produtores rurais venceu o desafio Trakto Marketing Show no último sábado, dia 2. O aluno Arthur Brito representou a equipe e apresentou o projeto aos participantes do evento, considerado o maior de marketing e vendas do Nordeste. 

Projeto de Arapiraca venceu o desafio

“Além da alegria de ganhar esse prêmio e todo esse incentivo, temos alegria de saber que o projeto vai seguir e que, futuramente, a gente vai poder ajudar os pequenos agricultores”, contou Arthur. Mas os meninos não querem parar. “Queremos que outras pessoas também pensem como a gente ou melhor para podermos colocar em prática outras ideias”, contou Janderson.

O professor que orientou o projeto, Fernando Tenório, também acredita que a experiência da equipe pode incentivar novos projetos. “Que sirva de incentivo não só para alunos do Ifal, mas também para outros alunos, que vejam a importância da inovação, de fomentar novas ideias, soluções para melhorar a vida da comunidade local, no contexto em que estão inseridos”, afirmou o professor.

Nesta quinta-feira, 7, a equipe esteve no programa Revista Educativa, da Rádio Educativa FM Arapiraca, para contar como desenvolveram o projeto e quais as próximas etapas - eles estão se reunindo para colocar a ideia em prática.

Arthur Ribeiro durante a apresentação do projeto

O diretor-geral do campus, Fábio Ribeiro, acredita no potencial dos alunos do campus. “Esses meninos estão em uma instituição de excelência, que oferece não só o ensino profissionalizante tecnológico, mas também cidadania. Eles são convidados o tempo todo a transformar as suas realidades – a realidade em que eles vivem, das suas famílias, das suas comunidades, como também a realidade escolar, trazer contribuição também para que esse ensino que a gente já faz seja cada vez melhor”, finalizou o diretor.

Projeto de Arapiraca venceu o desafio

*As fotos do evento foram cedidas pelo repórter fotográfico Itawi Albuquerque.