Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Membro do Consup propõe título de mérito acadêmico a estudantes do Campus Marechal Deodoro

Notícias

Membro do Consup propõe título de mérito acadêmico a estudantes do Campus Marechal Deodoro

Guilherme e Maryllya venceram concurso nos EUA com projeto de combate à seca em Alagoas

por Acássia Deliê publicado: 11/04/2017 13h31 última modificação: 11/04/2017 16h33
Exibir carrossel de imagens Alunos apresentaram projeto vencedor, ao lado da diretora

Alunos apresentaram projeto vencedor, ao lado da diretora

Após vencerem o Desafio Água, nos Estados Unidos, os estudantes Guilherme Damasceno e Maryllya Fonseca podem agora receber o título de mérito acadêmico do Instituto Federal de Alagoas (Ifal). A proposta foi feita nesta segunda-feira (10), pelo professor Valdemir Chaves, membro do Conselho Superior da instituição (Consup).

"Eles já receberam o reconhecimento externo, mas acredito que também devem receber o reconhecimento do Ifal, especialmente pela relevância pelo projeto que desenvolveram para combater os efeitos da seca em Alagoas", argumentou o conselheiro durante a reunião do Consup, na Reitoria do Ifal.

Guilherme e Maryllya, junto com os amigos Emanoella Rodrigues e Higor Cerqueira, estudantes da UFRB (Universidade Federal do Recôncavo Baiano) e do IFRJ (Instituto Federal do Rio de Janeiro), venceram o Desafio Água e irão receber 10 mil dólares para implantar um projeto piloto de combate à seca em Major Isidoro. Os quatro se conheceram no Instituto Politécnico de Bragança, que mantém parceria com instituições públicas de ensino do Brasil, incluindo o Ifal. 

Batizado de Palmas pra Vida, o projeto propõe o reaproveitamento de águas cinzas derivadas de uma escola municipal de Major Izidoro, terra natal da aluna Maryllya. A ideia é destinar as águas para a irrigação de palmas, plantas que alimentam o gado leiteiro da cidade que é uma das maiores produtoras da bacia leiteira de Alagoas. O projeto visa beneficiar tanto os pequenos agricultores quanto a comunidade escolar, que receberá educação ambiental e parte do leite produzido.

Guilherme e Maryllya apresentaram o projeto no Consup acompanhados da diretora-geral do Campus Marechal Deodoro, Marília Gois. Ainda durante a reunião, o conselheiro José Cícero Rocha sugeriu também que o projeto seja apresentado ao Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Alagoas (Crea).

O reitor do Ifal, Sérgio Teixeira, reconheceu a importância da conquista e das sugestões dos conselheiros. "Vamos analisar a proposta do título de mérito na próxima reunião. Trabalhos como este mostram como é possível mudar a realidade do Brasil por meio da educação", disse o reitor.

registrado em: ,